Trabalhando os sentimentos – NOJO

Trabalhando os sentimentos – NOJO

Trabalhando os sentimentos – NOJO

O nojo é uma emoção daquelas que a gente escolhe passar longe, se puder. Mas não é por ser negativa que não têm sua função.

Dando continuidade ao nosso Projeto Institucional, no mês de maio trabalharemos com todas as crianças o sentimento – Nojo.

 O nojo é uma emoção daquelas que a gente escolhe passar longe, se puder. Mas não é por ser negativa que não têm sua função. Muito pelo contrário: é fundamental ser capaz de “carimbar” um alimento como desagradável (estragado, por exemplo) – e não só para poder colocá-lo para fora imediatamente, como também evitá-lo no futuro.

A mesma capacidade que temos para classificar alimentos como desgostosos, empregamos para tachar pessoas, situações e ações de nojentas e socialmente revoltantes.

Falando numa conferência sobre nojo, na Alemanha, Valerie Curtis, que se descreve como “nojóloga” da Escola de Higiene Pública e Medicina Tropical de Londres, descreveu sua emoção favorita como “incrivelmente importante”.

Ela segue: “O nojo está na nossa vida cotidiana. Ele determina nossos hábitos de higiene, influencia a forma de nos aproximamos das pessoas, quem vamos beijar e perto de quem vamos nos sentar”.

Embora esse processo comece cedo, há evidências de que bebês não exibem nojo até os dois anos de idade.

Agora, pense em algo bastante nojento (como um banheiro público bem sujo). Pode ser que sua expressão facial tenha se alterado – seu nariz se enrugado e seu lábio superior se levantado; talvez tenha até colocado a língua entre os dentes – ou até que você tenha emitido uma interjeição de repulsa como “eca!” ou “ugh!”.

Já se sabe que, em adultos, ver alguém com cara de nojo produz uma ativação neuronal similar àquela produzida pelo contato com o estímulo produtor do nojo. No entanto, como a sua aquisição se dá em crianças ainda é motivo de especulação.

Há uma hipótese propondo que a criança interpreta a expressão facial dos pais e aprende a responder a isso.

Para que possamos aproximar as crianças do conhecimento sobre esse sentimento, desenvolveremos algumas atividades específicas sobre esse tema.

Sugestão de filme/adultos e crianças para aqueles que ainda não assistiram.

1) Filme: Divertida mente

Mais indicado para crianças a partir de 5 anos.

Sugestões de leitura:

Nojo – Edições SM

Bonifácio – O porquinho – Martins Fontes

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário

Rua Clementine Brenne, 385 | Morumbi – São Paulo / SP – CEP:05659-000 | contato@colegioevolve.com.br
Telefones: (11) 3502-7100 – (11) 99990-5440