Escola de meio-período ou período integral?

Escola de meio-período ou período integral?

 

A decisão de matricular um filho pequeno no berçário ou na escola, frequentemente, provoca uma certa angústia nos pais.

Além da mudança na rotina da família e da ansiedade gerada pela separação, somam-se, ainda, dúvidas do tipo: “Será que meu filho vai sofrer se ficar longe de casa em período integral?” “Seria melhor eu contratar uma babá e deixá-lo com casa?” “O ideal é que a criança fique na escola meio-período?”

Alguns educadores afirmam que a idade ideal para a criança entrar no berçário é por volta dos 6 meses, já que, antes disso, o bebê deve ser mantido, sempre que possível, em amamentação exclusiva. Mas é importante considerar as necessidades e as condições dos pais. Caso, ambos trabalhem em período integral, deve-se considerar a segurança proporcionada em deixar a criança em uma instituição de ensino, onde, além de receber os cuidados básicos, ela será estimulada por profissionais preparados.

Já o meio-período é indicado para a criança que pode conviver com a família de manhã ou à tarde, podendo usufruir do espaço doméstico, que geralmente oferece uma rotina mais flexível. A desvantagem, porém, é que as possibilidades de aquisição de competências e habilidades são menores, por haver menor intenção, em casa, de realizar tal processo.

Ter uma criança frequentando o período integral é uma boa opção para os pais que trabalham fora. “Eles saberão que o filho estará em um lugar seguro e adequado para a idade”. Por isso, é importante que, ao escolher a instituição, os pais fiquem atentos à programação oferecida, além de observar a estrutura física da escola. As atividades devem ser diversificadas e prazerosas. Nessas condições, a criança, depois de integrada à rotina, poderá ganhar mais autonomia. O convívio com outros colegas, na escola, também facilitará o processo de socialização.

Como deixar o filho em um escola durante o período integral pode aumentar a ansiedade dos pais, vamos dar algumas orientações para os pais:

O tempo destinado à criança importa tanto quanto a atenção, os cuidados e o carinho dispensados ao filho nos momentos em que estão juntos. A escola, mesmo em tempo integral, não supre ou substitui a relação de afeto que deve existir entre a criança e a família. É importante que os pais deem toda a atenção necessária aos seus filhos ao chegarem em casa. Quando se está junto, que se esteja junto de fato, que não seja atravessado por uma tela de tablet, de TV, que seja uma relação de escuta e de diálogo.

É importante avisar os professores se seu filho tem alguma restrição alimentar, alergia, problema de saúde, bem como avisar a equipe da escola ou da creche a respeito das preferências dele na hora de dormir, de se alimentar etc.

Observe o comportamento da criança: ela chora muito ao entrar na escola? Quando sai, continua triste? Pede insistentemente para ficar em casa? Ao notar algumas dessas reações, vale conversar com os professores para tentar entender o que está acontecendo com ela na escola.

Equipe Evolve

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário

Rua Clementine Brenne, 385 | Morumbi – São Paulo / SP – CEP:05659-000 | contato@colegioevolve.com.br
Telefones: (11) 3502-7100 – (11) 99990-5440