Alimentação no primeiro ano de vida

Alimentação no primeiro ano de vida

A fase dos primeiros meses de vida do bebê é muito importante para o seu bom desenvolvimento e crescimento. Por isso a alimentação tem foco especial.
O primeiro passo de uma correta alimentação é oferecer exclusivamente o leite materno até o sexto mês, o que isenta a oferta de água, chás ou qualquer outro alimento.

O leite materno contém todos os nutrientes necessários para o correto desenvolvimento do bebê, além de proporcionar toda a proteção necessária contra infecções e alergias e estimular o desenvolvimento dos sistemas imunológico, neurológico e digestivo.
Nos casos em que ocorre a impossibilidade de aleitamento materno, a alimentação do bebê fica por conta de fórmulas infantis, as quais, em geral, são nutricionalmente equilibradas com carboidratos, proteínas, minerais, gorduras, vitaminas e outros nutrientes.
A partir do sexto mês a introdução de alimentos deve ser lenta e gradativa, mantendo a livre demanda do aleitamento materno até os dois anos de idade ou mais.
As frutas podem ser oferecidas em formas de papas (amassadas/raspadas) duas vezes ao dia ou em forma de suco, desde que não contenham açúcar.
A criança já começa a apresentar certa maturidade para receber alimentos semissólidos, mas é normal que ela rejeite as primeiras ofertas, já que tudo é novo.
A alimentação deve ter uma consistência pastosa (papas, purês) no início para, gradativamente, chegar à alimentação normal da família (a partir do 8º mês de vida). Ofereça-a sempre com colher para a criança se acostumar.
O ideal é que na alimentação salgada sejam ofertados alimentos cozidos somente em água, amassados ou picados (carnes, por exemplo, também podem ser desfiadas).
Quanto aos temperos: sem ou pouquíssimo sal, cebola, salsa, alho, cebolinha ou azeite.

Para que seja balanceada, a papa salgada deve conter alimentos de variadas classes: cereais ou tubérculos (arroz, milho, cará, batata, mandioca, inhame, batata doce), leguminosas (feijão, ervilha, lentilha, grão-de-bico), verduras e hortaliças (alface, couve, almeirão, brócolis), proteína animal (frango, carne bovina, peixe, ovo) e legumes (cenoura, chuchu, abóbora, vagem, berinjela, beterraba).
O ovo inteiro (sempre cozido) pode ser introduzido a partir do sexto mês, ou de acordo com recomendação do pediatra.
Uma criança bem alimentada desde os seus primeiros meses é garantia de uma criança saudável e com bom desenvolvimento!

Mariana Tavares (nutricionista do Evolve)

Nenhum Comentário

Deixe um Comentário

Rua Clementine Brenne, 385 | Morumbi – São Paulo / SP – CEP:05659-000 | contato@colegioevolve.com.br
Telefones: (11) 3502-7100 – (11) 99990-5440